Los tiempos actuales precisan de una masa crítica de seres despiertos, ¡trabajemos para ampliarla!

Los tiempos actuales precisan de una masa crítica de seres despiertos, ¡trabajemos para ampliarla!

domingo, 9 de julio de 2017

Canalización de Antón por Kris-Won (09-07-2017)





Queridos hermanos:


Nada ha cambiado demasiado en los últimos tres mil años: el hombre sigue siendo igual de arrogante, a pesar de conocer tan sólo la diezmillonésima parte de la realidad presente en el Universo.

Cree el hombre en su ignorancia que ya sabe todo lo que debería saber, ¡qué profundo desconocimiento de la Verdad, siquiera básica para garantizarle la felicidad que han experimentado los grandes sabios y santos de todas las épocas!

Y, no obstante, se lamenta para sus adentros o en voz alta comentándoselo a los demás, repitiendo como un loro que la felicidad no existe, que es una quimera, que nadie puede ser completamente feliz, y otras frases lastimeras de esa índole...

¡No existe para él, en su actual estado de conciencia! Pero claro que está al alcance de todos la posibilidad de ser Feliz; y no es una quimera, es una verdad que sabios y santos del pasado durante miles y miles de años han ido enseñando y demostrando con su ejemplo.

Yo no voy a dar aquí y ahora la llave para descubrir esa felicidad, que está al alcance de cualquiera que se proponga alcanzarla, pero declaro con la autoridad que represento que si la buscas realmente, con un corazón sincero, la obtendrás antes de que termines el periplo de unos decenios más en esta misma vida. Algunos sólo tendrán unos años más por delante, pero aún así... ¡les será dado alcanzar la Felicidad imperecedera e inalterable antes de que les llegue la hora de abandonar este ropaje físico temporal que es el cuerpo!

Lo único que necesitas es observarte. ¿Verdad que no es difícil?

Tendemos a observar a los demás, a las personas que nos rodean, en la familia, en el trabajo, en la calle, pero no estamos acostumbrados a observarnos a nosotros mismos, cómo reaccionamos ante los inputs que nos llegan desde el exterior y que construyen las emociones que estamos acostumbrados a tener, como reacción ante esos acontecimientos que suceden a nuestro alrededor. Acontecimientos que nos afectan emocionalmente, ¡y mucho!... ¿verdad?

Obsérvate cómo reaccionas ante ellos. La próxima vez que te encuentres con una experiencia similar, trata de hacer un esfuerzo y reacciona de una manera mejor, más inteligente, menos egoísta y más pacífica, utilizando el autocontrol y la tolerancia unidos.

De esta manera irás construyendo una personalidad más pacífica, más tolerante, más servicial hacia los demás. Y de eso se trata.

Y cuando te pregunten si la felicidad existe en este mundo, contesta con convencimiento que sí existe; tan sólo hay que buscarla, trabajándose uno a sí mismo, día tras día, momento tras momento.

Bendiciones y feliz trabajo sobre ustedes mismos. 


Fuente:   Antón
Canal:     Kris-Won





I N   E N G L I S H


Dear brothers:

Nothing has changed much in the last three thousand years: man is still as arrogant, despite knowing only the ten millionth part of the reality present in the Universe.

Man believes in his ignorance that already knows everything he should know, what deep ignorance of the Truth, even basic to guarantee him the happiness experienced by the great sages and saints of all ages!

And yet, he laments inwardly or aloud to the others, repeating like a parrot that happiness does not exist, that it is a chimera, that no one can be completely happy, and other pitiful sentences of that nature. 

It does not exist for him, in his present state of consciousness! But of course it is within the reach of all the possibility of being Happy; and it is not a chimera, it is a truth that sages and saints of the past for thousands and thousands of years have been teaching and demonstrating with their example.

I am not going to give here and now the key to discover that happiness, which is available to anyone who intends to reach it, but I declare with the authority that I represent that if you really seek it, with a sincere heart, you will get it before you finish the journey of a few decades more in this very life. Some will only have a few more years to go, but still ... it will be possible for them to attain eternal and unalterable Happiness before the time comes to abandon this temporary physical clothing that is the body!

All you need is watching yourself. That is not difficult, is it?

We tend to observe others, people around us, in the family, at work, on the street, but we are not accustomed to observe ourselves, how we react to the inputs that come to us from the outside, which build the emotions we are used to have, as a reaction to those events that happen around us. Events that affect us emotionally, and much!... is not true?

Notice how you react to them. Next time you encounter a similar experience, try to make an effort and react in a better, smarter, less selfish and more peaceful way, using self-control and tolerance together.

In this way you will build a more peaceful, more tolerant, more helpful personality towards others. And that is what it is all about.

And when someone asks you if happiness exists in this world, answer convincingly that it does exist; one only has to look for it, working on oneself, day after day, moment by moment.

Blessings and happy work on yourselves.


Source:   Antón
Channel: Kris-Won 
Translation: Kris-Won & Debora Schuch






E M   P O R T U G U Ê S


Queridos irmãos:

Nada mudou muito nos últimos três mil anos: o homem segue sendo arrogante, apesar de conhecer apenas a décima milionésima parte da realidade presente no Universo.

O homem acredita — em sua ignorância — que já sabe tudo o que ele deve saber; Que profundo desconhecimento da Verdade!, ele não tem nem o conhecimento básico sobre a Verdade que lhe garanta a felicidade vivida pelos grandes sábios e santos de todas as idades!

E, no entanto, lamenta-se interiormente ou em voz alta para os outros, repetindo como um papagaio, que a felicidade não existe, que é uma quimera, que ninguém pode ser completamente feliz e outras frases lamentáveis dessa natureza.

A felicidade não existe para ele, em seu estado atual de consciência! Mas é claro que está ao alcance de todos a possibilidade de ser feliz; e não é uma quimera, é uma verdade que sábios e santos do passado há milhares e milhares de anos têm ensinado e demonstrado com seu próprio exemplo.

Eu não vou dar aqui e agora a chave para descobrir essa felicidade, que está disponível para qualquer um que pretende alcançá-la, mas eu declaro com a autoridade que eu represento que se você realmente a procura, com um coração sincero, você a obterá antes de terminar a viagem de mais algumas décadas nesta mesma vida. Alguns terão apenas mais alguns anos por adiante, mas ainda assim ... será possível alcançar a felicidade eterna e inalterável antes que o tempo de abandonar essa roupa física temporária, que é o corpo, venha!

Tudo que você precisa é se observar. Isso não é difícil, verdade?

Temos a tendência a observar os outros, as pessoas que nos rodeiam, na família, no trabalho, na rua, mas não estamos acostumados a nos observar, como reagimos a inputs que nos chegam do exterior, e que constituem as emoções que costumamos ter, como uma reação aos eventos que acontecem ao nosso redor. Eventos que nos afetam emocionalmente, e muito! ... não é verdade?

Observe como você reage a estes eventos. Da próxima vez que você encontrar uma experiência semelhante, tente fazer um esforço e reagir de uma forma melhor, mais inteligente, menos egoísta e mais pacífica, usando o autocontrole e a tolerância juntos.

Desta forma, você irá construindo uma personalidade mais pacífica, mais tolerante e mais voltada ao serviço para com os outros. E é disso que se trata.

E quando alguém lhe perguntar se a felicidade existe neste mundo, responda, de forma convincente, que existe; basta que o indivíduo a procure, trabalhando sobre si mesmo, dia após dia, momento a momento.

Bênçãos e que trabalhem felizes sobre vocês mesmos.


Fonte:  Antón
Canal:  Kris-Won
Tradução: Débora Schuch